Antuérpia - a cidade dos diamantes

August 29, 2018

 

    Antuérpia é conhecida como centro mundial de lapidação de diamantes, onde são negociados 80% dos diamantes brutos e 50% dos diamantes lapidados do mundo, e por seu porto, um dos maiores do mundo, que está localizado às margens do rio Schelde.

    De acordo com a lenda, existia no rio Schelde um gigante chamado Druon Antigoon, que apossou-se do castelo e cobrava pedágio dos barcos que queriam passar por ali.  Se o barco não pagasse, o gigante cortava a mão do capitão e a jogava no rio.  Um dia, o jovem soldado romano Silvius Brabo, cansado de ver isso acontecer, resolveu cortar a mão do gigante e jogar no rio.  Dizem que foi daí que surgiu o nome da cidade, que quer dizer "lançar a mão".

    Apesar de não ser uma cidade grande, é possível conhecer boa parte dela em um dia, mas com um pouco mais de tempo, um dia e meio, você conhece bem toda a parte turística.

    Se olhar um pouco para o alto durante sua visita vai ver pequenas estátuas que ficam nas esquinas das fachadas de alguns prédios.  Tem várias por toda a cidade e não são monotemáticas. 

 

 

St. Anna's Tunnel

 

 

    Antuérpia é dividida pelo rio Schelde. Para atravessar o rio e chegar ao outro lado da cidade usa-se o túnel.

    O Pedestrians Tunnel possui 500 metros de extensão e é um túnel subaquático, que passa por baixo do rio, a 31 metros abaixo da superfície.  Apesar do nome, você verá mais ciclistas do que pedestres passando pelo túnel.

    Você pode chegar até ele através de dois lances de uma escada rolante bem grande, toda de madeira ou através do enorme elevador.

 

 

ModeMuseum 

 

 

    O MoMu é o Museu da Moda de Antuérpia, mas também só reabrirá em outubro de 2020.

    Fundado em 2002, o museu conserva, estuda e exibe muitas coisas relacionadas à moda belga.  O foco são os estilistas belgas contemporâneos, pois nas décadas de 1980 e 1990 surgiu um grande número de designers de moda que se destacaram. 

 

Informações

Endereço: Nationalestraat 28

 

 

Museu Plantin-Moretus

 

 

     Patrimônio Mundial da Unesco, este museu é uma homenagem aos famosos impressores Christoffel.

    Instalado na antiga residência e gráfica, a Plantin Press, fundada no século XVI, possui uma excepcional coleção de material tipográfico. 

    Seu interior é lindíssimo e o acervo riquíssimo, com diversas obras de arte, incluindo trabalhos de Rubens.

 

Informações

Endereço: Vrijdagmarkt 22-23

Visitação: de terça a domingo, de 10h às 17h

Entrada: € 8

 

 

Het Steen

 

 

     O castelo que foi tomado pelo gigante significa “A Pedra”.

  Foi o primeiro edifício de Antuérpia, construído como uma fortaleza medieval depois de invasões vikings no início da Idade Média, mas hoje é uma reconstrução do século XIX onde fica o Museu Nacional Marítimo.  Era dali que o fluxo no Schelde era controlado. 

    Entre 1303 e 1827, o edifício foi usado como prisão e o crucifixo onde os condenados rezavam ainda está lá.

    Na frente da entrada do castelo estão alguns personagens da história de Antuérrpia: a estátua do gigante que cobrava pedágio dos barcos, o Lange Wapper, figura folclórica que diziam perseguir os bêbados da cidade e Semini, deus da juventude e fertilidade, cuja estátua tinha o pênis raspado com pedras para que as mulheres fizessem uma poção para engravidar.  A Inquisição não gostou muito da prática e eles cortaram o pênis da estátua.

    A maior parte da fortaleza, incluindo dezenas de casas históricas e a igreja mais antiga da cidade, foi demolida no século 19, quando os cais foram endireitados para impedir o assoreamento do rio Scheldt.  O edifício restante, fortemente alterado, contém um museu de navegação, com algumas barcaças de canal antigas exibidas no cais do lado de fora.

    O Het Steen está passando por uma renovação substancial (claro que quando eu cheguei lá ele estava coberto de tapumes. Ô, falta de sorte).  Ele será a porta de entrada para Antuérpia em 2020 e servirá como terminal de cruzeiros, centro de boas-vindas e rota de experiência interativa.   Quando estive lá ele estava fechado.

 

     

   Sorte de quem for a Antuérpia só depois de 2020, pois a cidade está com muitos pontos importantes em obra.

 

Informações

Endereço: Steenplein 1.  

 

 

Igreja de São Paulo

 

 

    Originalmente, a Igreja de São Paulo fazia parte de uma grande abadia dominicana.  Seu campanário barroco foi construído depois que um incêndio destruiu a igreja em 1679.

    O interior da igreja abriga 50 pinturas dos renomados mestres de Antuérpia, Rubens, Van Dyck e Jordaens, mais de 200 esculturas, belos altares barrocos e móveis esculpidos.  Na minha opinião é a igreja com interior mais bonito em Antuérpia.

 Ao lado da igreja, na esquina da Veemarkt com a  Zwartzustersstraat, um calvário do século XVIII com sessenta figuras em tamanho natural.

 

Informações

Endereço:  Sint-Paulusstraat 22

Visitação: diariamente, de 14h às 17h.

Entrada: gratuita.

 

 

De Ruien

 

 

    Os esgotos, também conhecidos como De Ruien, são uma sombra da história acima do solo.  Esgotos, córregos e fortificações cruzaram Antuérpia desde a Idade Média.  Essa rede de canais naturais e artificiais proporcionava à cidade água e um porto interno. Quando os esgotos foram transformados em drenos cobertos, tudo isso desapareceu.

    No passeio você pode ver abóbadas, canais, pontes, esgotos e drenos.   Você pode escolher três tipos de passeio diferentes.

 

Informações

Endereço: Suikerrui 21

Visitaçao: de terça a sexta, de 10h às 17h, sábados e domingos, de 10h às 18h.

Entrada: € 5, €17 ou € 20, dependendo do trajeto que você escolher.

 

 

Vlaeykensgang

 

 

    O pequeno beco de 1591 conecta as ruas Hoogstraat, Pelgrimstraat e a Oude Koornmarkt, que é uma ruazinha para pedestres charmosa, cheia de restaurantes, lojas de antiguidade e uma galeria de arte, onde ficava o Velho Mercado de Milho.

    Era neste beco em que os sapateiros e as pessoas mais pobres da cidade viviam.  Os sapateiros eram os encarregados de soar o alarme da catedral.

 

   É provável que, mesmo com um mapa na mão, você passe direto pela entrada do beco.   A entrada parece uma porta normal.

 

Informações

Endereço: Oude Koornmarkt 16

 

 

Grote Markt 

 

 

    A Grande Place é uma praça medieval que está no centro da Antuérpia antiga.  Era originalmente um fórum ou praça do lado de fora do bairro residencial medieval.  Em 1220, o duque Henrique I de Brabant doou esta terra para a cidade.

   O nome Markt foi usado pela primeira vez em 1310, quando foram organizados os primeiros mercados anuais ou o foren van Brabant, as feiras de Brabant.

    Nela está a Stadhuis, prefeitura da cidade, com fachada em estilo flamenco com várias estátuas.  A torre e a prefeitura estão no grupo de 56 torres e campanários da Bélgica e da França que estão na lista de Patrimônios da Humanidade da Unesco.

    No centro da praça está o Brabomonument, a estátua de Brabo, jogando a mão decepada de Druon Antigoon.  

    A praça é cercado por Guildenhuis, que são conjuntos de casas típicas dessa região da Bélgica.

   Eu estava doida para chegar nesta praça.  Vi algumas fotos e sabia que acharia linda.  Fuém, fuém, fuém, fuém, fuééém.  Quando cheguei lá ela estava desse jeito aí embaixo, toda em obra.  Nesse dia eu fiquei muito brava.  Pior do que isso só chegar no Parlamento Britânico e ver o Big Ben cheio de andaimes (sim, já passei por isso também).

 

 

 

Onze-Lieve-Vrouwekathedraal

 

 

    A Catedral de Nossa Senhora é uma igreja católica construída a partir do século XIV e demorou 170 anos para ser terminada. É a maior igreja da Bélgica e sua torre chega a medir quase 122 metros de altura.  Sua segunda torre nunca foi concluída. 

 Do interior original, quase nada foi preservado.  Na Reforma, o iconoclastismo assolou a catedral.  Vitrais, estátuas, relíquias, túmulos e dezenas de altares foram desonrados e destruídos pelos calvinistas.  O relicário adornado em uma capela contendo o prepúcio de Jesus foi perdido. Apenas alguns afrescos antigos foram poupados. Depois, a catedral foi redecorada em estilo barroco. 

    Ela faz parte do grupo dos 56 campanários da Bélgica e da França que estão na lista de Patrimônios da Humanidade da Unesco e possui obras 4 de Rubens.

    No final de uma tarde em que estive na cidade, os sinos tocaram durante mais de uma hora e meia!  Foi muito bonito. 

 

Informações

Endereço: Handschoenmarkt 3

Visitação: de segunda a sexta, de 10h às 17h, sábado, de 10h às 15h e domingos, de 13h às 16h.

Entrada: € 6. No horário da missa não paga entrada, pode escutar o órgão mas o acesso é restrito e não pode fotografar.  

 

 

Groenplaats

 

 

   A Groenplaats é uma das praças mais importantes da Antuérpia e está no centro histórico.

    Até o final do século XVIII, a praça era o principal cemitério da Antuérpia, tendo sido movido dali durante a ocupação austríaca, quando os cemitérios foram banidos de dentro da cidade.

    No centro está uma estátua de Rubens e um coreto e você fará boas fotos da torre da Catedral de Notre-Dame.  O hotel Hilton também está nesta praça.

    Nessa praça fica o Fritot Max, uma das barraquinhas de batata-frita belga mais famosas da cidade, mas também tem uma hamburgueria bem boa na esquina.  Se você quer uma coisa mais conhecida, ali está o Hard Rock Café também.

 

 

Igreja de Santo Carolus Borromeus 

 

 

    Essa foi a primeira igreja do mundo a ser dedicada ao fundador dos jesuítas, Inácio de Loyola. 

    Durante um incêndio provocado por um raio, em 1718, 39 obras de Rubens foram destruídas. 

 

Informações

Endereço: Hendrik Conscienceplein 12,

 

 

Sint-Jacobskerk  

 

 

    A Igreja de São Tiago é o ponto de partida para os peregrinos que viajam para a sepultura de São Tiago Maior, em Santiago de Compostela.  A igreja também abriga o túmulo de Rubens, que está logo à esquerda da entrada.  Como tantas outras cidades europeias, 

    No início do século XV havia um hospital que recebia peregrinos do norte da Europa viajando para o túmulo do apóstolo Tiago em Santiago de Compostela.  Em 1413 uma capela, dedicada a ele foi adicionada ao hospício.  Logo a capela se tornou pequena a construção que vemos hoje começou em estilo gótico de Brabante. 175 anos se passaram até a igreja ser terminada.  A capela memorial mais famosa é a de Rubens.  

 

Informações

Endereço: Lange Nieuwstraat 73-75

Visitação: diariamente, de 14h às17h.

Entrada: € 3

 

 

Meirstraat

 

 

      A principal rua do centro é onde o comércio se concentra.  A rua é ótima, só para pedestres e bem larga. Há lojas, supermercados e boas cafeterias e restaurantes. 

    Apesar de estar totalmente integrada à parte antiga da cidade, ela é muito contemporânea.  As fachadas dos prédios são muito bonitas.     

    Antuérpia é um bom lugar para compras, nada muito abarrotado, mesmo nas fast fashion. 

 

 

 Paleis op de Meir

 

 

     O Koninklijk Paleis, Palácio Real de Antuérpia, foi construído em meados do século XVIII como palácio da cidade, por um rico comerciante.

  Por causa da boa localização, o palácio foi adquirido por Napoleão, em 1811, mas Napoleão nunca ficou no palácio e durante seu exílio na ilha de Elba, seu rival, Alexandre I da Rússia, viveu lá.  A família real belga também já foi dona do imóvel.

   Os bonitos salões eram finamente decorados e mobiliados com mobília do império francês.

     O palácio possui um lindo paço na parte interna que hoje conta com uma super agradável brasserie.  Na entrada há uma loja da  Chocolate Line e você pode entrar em uma parte onde verá os chocolates sendo fabricados e decorados.

 

Informações

Endereço: Meir 50 

Entrada: gratuita

 

 

Rubenshuis

 

 

    Este é o Museu Casa de Rubens, gênio da escola barroca considerado um dos maiores artistas do século XVII.  Peter Paul Rubens nasceu na Alemanha, mas foi a Bélgica que escolheu para viver e trabalhar.  É em Antuérpia fica sua casa e estúdio, que atualmente foi transformada em museu. Inspirado no Palácio de Gênova.  

 

Informações

Endereço: Wapper 9-11

Visitação: de terça a domingo, de 10h às 17h.

Entrada: € 10

 

 

Bourla Schouwburg

 

 

    O Teatro de Bourla, embora a Antuérpia tenha vários teatros de maior porte, é o mais famoso, devido à sua bela arquitetura com fachada semicircular e à sua significância histórica. O teatro foi construído durante a invasão holandesa da Antuérpia, embora os planos para a sua construção tenham começado durante a a invasão francesa. 

    Já foi reconhecido como um dos mais bonitos e mais bem projetados teatros da Europa.

 

 

Antwerpen Centraal

 

 

    Já foi eleita a estação de trem mais bonita do mundo e, realmente, é linda, tanto por dentro quanto por fora.  É a mais bonita que eu já vi.  Possui 4 andares e fachada neo-barroca.  O edifício da estação original, construído entre 1895 e 1905, foi muito castigado por bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial e ela precisou de restauração.   Hoje ela possui total acessibilidade e mistura o contemporâneo com o antigo.    

    Ela é muito grande e uma de suas saídas levará você bem perto do centro.  

 

 

Hovenierstraat

 

    Como não poderia deixar de ser, Antuérpia tem uma rua lotada de joalherias.   Segure seu cartão de crédito com força senão você pode sair de lá com várias sacolinhas.

    Apesar da lapidação ser um negócio lucrativo, é trabalhoso e há anos a atividade vem se transferindo para centros de mão de obra mais barata, como Mumbai, Dubai e Xangai.

 

 

Schipperskwartier

 

 

    A fama não é como a de Amsterdam, mas Antuérpia também tem o seu Red Light District.

   A "prostituição de vitrines" está confinada a três ruas hoje em dia, e para no resto a Schipperskwartier é uma área colorida da classe trabalhadora e um bairro residencial jovem que faz uma base ideal para suas atividades entre o agitado centro da cidade e o moderno Eilandje.  Há pubs e bons lugares para comer.

 

 

City Card Antuérpia

 

    Para quem pretende conhecer diversos museus e visitar muitas atrações, talvez possa valer a pena comprar um City Card Antuérpia, que por um preço único dá direito a entrada em diversas atrações da cidade, desconto para o De Ruien e para aluguel de bicicletas e um ingresso para visitar a cervejaria De Koninck, além de usar um tram turístico pelo centro histórico.  Há cartões para 1, 2 ou 3 dias e custam a partir de € 27.

 

 

    Se você também viu alguma coisa muito legal em Antuérpia, conte pra gente aqui!

 

 

Enjoy!

 

 

O que fazer em Antuérpia | Dicas de Antuérpia | Roteiro de 1 ou 2 dias em Antuérpia

Please reload

Our Recent Posts

Tomar - A cidade medieval dos Cavaleiros Templários

November 20, 2019

O fuso horário na Suíça. Que horas são na Suíça?

November 17, 2019

Braga - a encantadora cidade portuguesa mais antiga que Portugal

November 17, 2019

1/1
Please reload

Tags

Please reload

 
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn

Blog Partiu by Blog Partiu