Begijnhof - o jardim das Beguinas de Amsterdam

September 16, 2018

 

A história dos Begijnhof

 

   O Begijnhof é uma beguinaria, um lugar para abrigar as beguinas, que eram mulheres que faziam um voto a fim de viverem em uma comunidade religiosa, cujo propósito era seguir a vida como Cristo, praticando a devoção e a pobreza voluntárias, cuidando de pobres e doentes.

  Apesar da vida religiosa e retirada, as beguinas não eram formalmente ordenadas como freiras.  Elas eram independentes e tinham maior liberdade e apesar da exigência de serem solteiras, poderiam a qualquer momento se desligar e levar uma vida comum. 

   Eram elas que criavam suas próprias comunidades, e, na maioria dos casos, as beguinas que viviam em um convento concordavam em obedecer a certos regulamentos durante sua permanência, se submetendo às ordens de uma prioresa, e contribuindo para um fundo coletivo

   Acredita-se que a beguinaria de Amsterdam tenha sido criada em 1150, seguida depois por várias outras como as de Bruxelas,  Antuérpia, Bruges e Ghent.

 

 

Para saber tudo sobre Antuérpia, clique aqui.

 

 

Para saber tudo sobre Bruges, clique aqui.

 

 

Para saber tudo sobre Ghent, clique aqui.

 

 

   Durante muito tempo houve uma divergência de opiniões sobre as beguinas.  Muitos achavam que não era correto que as mulheres não fossem freiras, enquanto outros achavam que a vida religiosa não importava devido ao bem que praticavam.

   Normalmente os Begijnhof eram formados por um ou mais pátios cercados por casas ou conventos, e também incluíam uma igreja e um centro de enfermaria. 

 

 

O Begijnhof de Amsterdam

  

 

 O Begijnhof é um local destacado do resto da animada Amsterdam.  O local é silencioso, tranquilo e agradável.

    Embora o Begijnhof seja do século XII, a maioria das fachadas foi substituída. As casas de madeira não eram mais permitidas na cidade por conta dos incêndios e apenas a Het Houten Huys, no número 34, ainda permanece original.  Por esse motivo ela é a casa mais antiga de Amsterdam e uma das duas únicas de madeira.  A outra fica na Zeedijk 1.

 

 

    Em 1578, Amsterdã ficou sob o domínio calvinista e o Begijnhof foi a única instituição católica romana autorizada a permanecer ali porque as casas eram propriedade privada das beguinas. Mesmo assim a capela foi fechada e assim ficou por cerca de 30 anos, quando foi entregue aos presbiterianos ingleses, sendo chamada de " Igreja Inglesa " a partir daí. 

 

   

   Ela existe desde 1419, mas foi destruída no incêndio de 1421, que afetou todo o Begijnhof e foi reconstruída mais tarde em pedra e ladrilho.

 

 

    Com este guia você pode apreciar cada detalhe do interior da igreja.

 

 

  Os cultos da Igreja Inglesa são ministrados somente em inglês e por pastores ingleses ou escoceses desde 1607, interrompidos apenas no período da invasão alemã, na Segunda Guerra Mundial, quando a igreja foi fechada.

    Além da Igreja Reformada Inglesa existe a católica Houten Huys.

 

 

  Em 1671, duas casas foram transformadas em uma capela escondida, que mais tarde se tornou a Igreja dos Santos João e Ursula, em homenagem aos santos padroeiros do Begijnhof.  Ela foi chamada de "Igreja Clandestina" e mantida em segredo por exigência do governo da cidade.

 

 

   A irmã Cornelia Arens foi a beguina mais famosa de Amsterdam.

  Por conta de sua fé, ela não aceitava ser enterrada na Igreja Inglesa, que considerava ter sido profanada pela Reforma.  Sendo assim, pediu que fosse enterrada no pátio do Begijnhof.  Em 1654, quando morreu, seu desejo não foi atendido e seu corpo foi posto na igreja.  Segundo a lenda, no dia seguinte ao seu enterro, seu corpo foi achado no pátio.  Levado de volta à igreja, mais duas vezes ele reapareceu no pátio.  Só aí resolveram acatar seu pedido e o corpo foi enterrado no gramado.

   Hoje o Begijnhof é um local residencial mas não há mais beguinas morando lá.  Irmã Antonia, última beguina a viver em Amsterdam, morreu em 23 de maio de 1971, aos 84 anos.

  O Begijnhof de Amsterdam fica atrás do Museu de Amsterdam.  Você pode acessar o local por duas entradas, uma na Praça Spui, através de uma porta comum, ou no Gedempte Begijnensloot, na continuação do Schuttersgalerij. 

   Ao visitar o Begijnhof tenha consciência de que, além de ser um local religioso, é uma propriedade privada e os moradores prezam pelo respeito e pelo silêncio. 

 

 

Informações

Endereço: Nieuwezijds Voorburgwal 373

Visitação: diariamente, de 9h às 17h

Entrada: gratuita

 

Enjoy!

 

 

Roteiro para o Begijnhof de Amsterdam | O que visitar no Begijnhof de Amsterdam | O que é o Begijnhof de Amsterdam | Roteiro de Amsterdam

Please reload

Our Recent Posts

Tomar - A cidade medieval dos Cavaleiros Templários

November 20, 2019

O fuso horário na Suíça. Que horas são na Suíça?

November 17, 2019

Braga - a encantadora cidade portuguesa mais antiga que Portugal

November 17, 2019

1/1
Please reload

Tags

Please reload

 
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn

Blog Partiu by Blog Partiu