Colônia - a Cidade da Fragrância na Alemanha

September 2, 2018

  Durante a Segunda Guerra Mundial, Köln foi devastada.  Ela era uma sede do Comando da Área Militar e os Aliados jogaram mais de 44 mil toneladas de bombas sobre ela, destruindo 61% de sua área construída.  Durante o bombardeio de Colônia, a cidade foi alvo de 262 ataques aéreos, o que causou cerca de 20 mil vítimas civis e quase eliminou a parte central da cidade.  Colônia foi tomada pelos Estados Unidos em março de 1945.  No final da guerra, a população de Colônia tinha sido reduzida em 95%.  Essa perda foi causada, principalmente, por uma evacuação maciça das pessoas para áreas mais rurais. O mesmo aconteceu em muitas outras cidades alemãs nos últimos dois anos de guerra.  No final de 1945, no entanto, a população já havia se recuperado para aproximadamente 500 mil.

  Está localizada em ambos os lados do rio Reno e perto das fronteiras com a Bélgica e os Países Baixos. 

  Hoje na cidade tem muito o que se ver.  Possui museus, zona arqueológica, observatório, a famosa água de colônia e uma catedral de tirar o fôlego.

  O rio Reno, que passa por seis países, corta a cidade e tem grande importância desde a época romana, pois é muito usado para transporte e comércio.

  Reserve, pelo menos, dois dias para visitá-la.   

  As lojas de rua e mercados não abrem aos domingos.

 

 

Museu Ludwig

 

 

      O museu abriga uma variada coleção de arte moderna, Pop Art, arte abstrata e surrealismo e tem uma das maiores coleções de Picasso na Europa. 

       Fica colada na Dom.

   O ingresso comprado online tem um bilhete de transporte público.

 

Informações:

Visitação: de terça a domingo e feriados , de 10h às 18h.

Entrada: €11.

 

 

 

Kölner Dom 

 

 

   A Catedral de Colônia é uma igrejas mais altas do mundo, com 157 metros de altura e das mais incríveis que eu já vi.  Não à toa é o local turístico mais visitado da Alemanha.  Acho que nunca tirei tanta foto de uma igreja.  De perto, de longe, de detalhe, de dia, de noite.  Queria passar toda hora na porta.  Tudo bem que eu sou apaixonada por igrejas mas ela realmente é especial.

  Em estilo gótico, demorou 632 anos para ser construída.  Possui mais de 10 mil m² de vitrais coloridos.  É muito tempo de história para contar tudo aqui mas na história recente sofreu diversos bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial sem  desmoronar por inteiro e está em constante restauração. 

 Desde o final do século XII, graças ao saque feito pelo Kaiser Friedrich Barbarossa, em Milão, guarda os restos mortais dos 3 Reis Magos em um relicário de ouro e prata, ornamentado com pedras preciosas e que fica atrás do altar.

 

 

  Possui diversas capelas em seu interior e no subsolo está a Câmara do Tesouro.  

  Caso tenha disposição para subir 527 degraus pode subir na torre e ter uma vista da cidade.  Acho que a vista do Köln Triangle deve ser melhor pois está do outro lado do rio e você ainda vê a Catedral de lá.

 A catedral está com a fachada bem escura, bem suja.  Estão fazendo um teste em que colocam uma bactéria que se alimenta desse material para limpar a fachada.  Só que demora 20 anos para saber se vai ficar bom! 

  Em frente à Catedral, no subsolo, tem um centro de informações turísticas para pegar mapa.  Bem próximas dali também estão as principais ruas comerciais, como Hohe Strasse e Schildergassee.

   Bem em frente a Dom está a estação de trem

 

Informações

Endereço: Domkloster 4

Visitação: diariamente, de Até às 21h.

Entrada: gratuita e € 8 Câmara do Tesouro.  Elevador para a vista € 3.

 

 

Früh Am Dom

 

 

  Também perto da Dom está a Früh Am Dom restaurante e cervejaria. 

    Existe ali desde 1904 e serve a cerveja Kölsch, típica do lugar.

    É bem grande, com ambientes diferentes e um lounge, mas bom é ficar em uma mesa do lado de fora, apreciar a Dom e ver a vida acontecer por ali, só que caso prefira essa opção prepare-se para um bom tempo de fila.  O atendimento também não é lá muito amistoso.

 

 

Römisch-Germanisches Museum

 

 

  O Museu Romano-Germânico é um museu e sítio arqueológico com grande coleção de artefatos da época do assentamento romano na cidade.  Possui jóias, retratos, utensílios da vida cotidiana e cerâmicas.

   Está sobre o local original de uma vila romana da cidade, onde um grande mosaico de Dionísio permanece no porão, seu lugar original, além da estrada romana adjacente do lado de fora. 

 

Informações

Visitação: de terça a domingo, de 10h às 17h e toda primeira quinta-feira do mês, de 10h às 22h.

Entrada: € 5, mas há alguns tipos de ingressos combinados com outras atrações.

 

 

NS Dokumentationszentrum der Stadt Köln

 

 

  O Centro de Documentação Nazista de Colônia é o maior memorial para as vítimas do nazismo de toda a Alemanha.  Foi fundado em 1979 mas por muito tempo seu acesso foi restrito a pesquisas e acadêmicos.

   O local que abriga o riquíssimo acervo é a antiga sede da Gestapo, a polícia secreta nazista.  O edifício foi projetado para ter apartamentos e um bunker no subsolo, com capacidade de até 60 pessoas, para proteção de ataques aéreos, mas na verdade foi um local de prisão, tortura e execução de judeus.  As paredes ainda mantêm inscrições feitas naquela época O edifício sobreviveu ao bombardeio durante a Segunda Guerra Mundial.

 

Informações

Endereço: Appellhofplatz 23-25

Visitação: de terça a sexta, de 10h às 18h, sábado, domingos e feriados, de 11 às 18h. Na primeira quinta-feira de cada mês (exceto feriados) o museu permanece aberto até às 22h.

Entrada: € 4,50

 

 

Água de Colônia

 

 

   A Água de Colônia, que na verdade é uma eau de toilette e não uma colônia, é motivo de uma briga entre duas marcas.  A famosa fragrância virou moda depois Napoleão visitou a loja e acabou criando o costume de usar a água na Alemanha.

  Uma das histórias é que a Água de Colônia foi criada em 1792, pelo perfumista Wilhelm Mülhens, que batizou o perfume com o número 4711, o número que a casa possuía quando a cidade foi ocupada pelos franceses.  A marca usou a mesma fórmula por mais de 200 anos e hoje possui diversos produtos.

  Na outra ponta da história está a mais elegante e que se intitula a mais antiga loja de perfumes do mundo.  A Farina Haus, criada em 1709, que hoje é museu e teve clientes famosos como Mozart, D. Pedro I e Voltaire, conta que foi a que realmente criou a água de colônia mas não a registrou e assim não detém o direito de dizer que é a verdadeira. Segundo o italiano que a criou, a fragrância lembra as manhãs de primavera depois da chuva e possui laranja, limão, toranja, bergamota e cidra, que o faziam lembrar de sua cidade natal.  Fica em frente ao prédio da prefeitura e abriga agora o Museu do Perfume.

 

Informações

Casa Farina

Endereço: Obenmarspforten 21

Visitação: de segunda a sábado, de 10h às 19h e domingo, 11h às 19h. 

Entrada: € 5

 

 

Praetorium 

 

 

  Hoje uma Zona Arqueológica, o Praetorium são escavações de ruínas de uma antiga prefeitura da época em que os romanos dominavam a cidade.  Foi o edifício oficial mais importante da cidade e o mais importante palácio romano no Reno.  O complexo consiste em um espaço octogonal com dois corredores e salões adjacentes com abside. 

  Essas ruínas e restos mortais de romanos e judeus foram descobertos depois da Segunda Guerra Mundial, quando a cidade passou por um processo de reconstrução. As escavações foram paralisadas e os restos mortais dos Romanos foram levados para o Prätorium.  Em 2010, o local passou a ser, também, o Museu Judaico.

 

Informações

Endereço: Heumarkt 64-66

Visitação: de terça a domingo, de 10h às 17h.

Entrada: € 3,50 

 

 

Alter Markt

 

 

   O Old Market, antigo mercado, é hoje a maior praça de Colônia.  Bem no centro da praça há uma fonte construída em 1884 para homenagear Jan von Werth, um general militar bem-sucedido que serviu na Guerra dos Trinta Anos.

       A praça está cercada de restaurantes e você, provavelmente, vai ver pessoas confraternizando após algum casamento que acabou de acontecer.

 

 

Rathaus

 

 

    A Prefeitura de Colônia, a mais antiga da Alemanha, está localizada entre a Alter Markt e a Rathausplatz, ainda no antigo Praetorium Romano, em um edifício histórico junto a um complexo de edifícios que foram adicionados em diferentes estilos arquitetônicos.  Fazem parte o salão principal do século XIV, uma torre de estilo gótico do século XV, o pátio em estilo renascentista do século XVI e átrio do século XX. 

    Para ver o prédio mais antigo, suba as escadas ao lado da Alter Markt.  Ele possui diversas figuras nas paredes, algumas personagens da história de Colônia.

 

Informações

Visitação: de segunda a sexta, de 10h às 17h.

 

 

Gross Sankt Martin

 

 

    A Igreja de São Martinho construída no século XII e de arquitetura romanesca, é um marco da cidade velha.  Ela tem 50 metros de altura mas parece ser super alta pois está localizada em uma área elevada.

   Tem em suas bases restos de uma capela romana, construída sobre o que era então uma ilha no Rio Reno.  O interior desta antiga igreja beneditina é caracterizado por sua arquitetura imponente e seu mobiliário minimalista.

 

Endereço: An Groß St. Martin 9

Visitação: de terça a sexta de 9h às 19:30h, sábado e domingo de 10h às 19:30h.

Entrada: gratuita.

 

 

Imhoff-Schokoladenmuseum - Lindt

 

 

  O museu do chocolate está localizado no porto de Rheinau, em uma cabeça de cais. 

  O passeio pelas nove áreas de exposição percorre 4 mil metros quadrados da cultura e história do chocolate, começando pelas antigas culturas americanas, maias e astecas, passando pela era barroca e pela industrialização até a refinamento individual do chocolate nobre de hoje.

  Tem uma parte interativa, você passeia por máquinas e poderá ver o chocolate sendo fabricado.  Você pode agendar uma visita diferenciada onde você mesmo prepara seu chocolate.

  Diferente do que muitos pensam, não é um museu da Lindt, ela é apenas uma parceira na exposição e fabricação do chocolate. 

  O museu possui uma linda cafeteria com tortas e patisserie de comer com os olhos.

  Sinceramente eu acho uma pegadinha.  Não vejo conexão alguma com a cidade, mas se você ama chocolate e tem muita curiosidade de conhecer, vá em frente.  Caso contrário, apenas tome um café por lá e dê uma passada na lojinha que fica logo na entrada.

  Em frente ao museu há uma pequena feira de antiguidades.

 

Informações

Visitação: de segunda a sexta, de 10h às 18h, sábado, domingo e feriados, de 11h às 19h.

Entrada: € 11,50

 

 

Heumarkt

 

 

   Esta praça está no que era o centro da velha cidade de Colônia. Grande estátua do Rei Friedrich Wilhelm III da Prússia montado em um cavalo, com várias cervejarias.

    Também está cercada de restaurantes.  Não é uma praça muito bonita, com muitos atrativos, mas já que estamos aqui, né?

 

 

Salzgass

 

    Esta ruela de paralelepípedos é uma graça.  Aqui é um bom lugar para deixar o seu mapa de lado e caminhar, por ela e pelas ruas vizinhas, sem pressa.   Parece que o tempo parou ali.  Está próxima da Heumarkt.

 

 

Fischmarkt

 

 

 Esta é a praça que fica às margens do Rio Reno.  Toda a margem proporciona uma paisagem muito bacana.   Dali você avista a Hohenzollernbrücke e tira fotos bacanas.  Vale a pena andar por ali sem pressa e sem destino certo. 

 

 

Clique aqui para saber sobre o fuso horário na Alemanha

 

Hohenzollernbrücke

 

 

  Como em muitos lugares na Europa, Colônia também tem a sua Ponte do Amor, repleta de cadeados de apaixonados.  Ela é a ponte mais famosa da cidade, possui 409 metros de comprimento e passa por cima do Rio Reno.  Por ali, pasmem, passam 1200 trens por dia!!! 

  Durante a Segunda Guerra Mundial foi pouquíssimo bombardeada mas os próprios alemães a destruíram para impedir que os Aliados entrassem na cidade.   Depois do final da guerra foi reconstruída. 

  As rampas de acesso possuem estátuas de imperadores alemães e reis prussianos chama a atenção pela arquitetura de ferro, caracterizada por três arcos de ferro.

  Não deixe de atravessar a ponte em direção ao Triangle para apreciar o cartão postal da cidade.  Você verá a ponte e a Dom e vai tirar fotos lindas.  Se estiver inspirado, leve seu cadeado. 

 

 

Köln Triangle Panorama

 

 

  O Triangle é um observatório com 103 metros de altura e o local da sede da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA), que fica na margem direita do rio Reno.  Na cobertura há uma plataforma de observação com vista panorâmica de 360º sobre a cidade.  Toda cercada de vidro, na plataforma placas indicam o que você está avistando.

  Tem total acessibilidade e você chega até o alto de elevador, sem malhar as panturrilhas.

 

Informações

Endereço: Ottoplatz 1

Visitação: de outubro a abril: de segunda a sexta, de 12h às 20h, sábado, domingo e feriado, de 10h às 20.  De maio a setembro, de segunda a sexta , de 11h às 23h, sábado, domingo e feriado, de 10h às 23h.

Entrada: € 3.

 

 

Visitando museus

 

  O MuseumsCard dá direito a uma visita única a todos os museus da cidade.  No primeiro dia, a utilização do transporte público da Kölner Verkehrsbetiebe AG está incluída.  Caso você queira visitar vários museus, vale a pena. 

 

 

Transporte em Colônia. 

  

  Toda a parte turística você fará a pé.  Caso queira visitar a área de maior comércio, o transporte público é a melhor opção.

 

Preços

Bilhete simples – Einzelfahrten – € 2,80.

Bilhete de viagem curta – € 1,80, vale para até 4 estações.

Bilhete diário - Tages Ticket – € 7,50.

Os bilhetes são validados dentro do metrô, mas se comprar na plataforma já estão validados.

Os bilhetes são válidos só por 90 minutos, então deixe para comprar só na hora do embarque.

Os bilhetes servem para ônibus, metrô (Stadtbahn) e bonde.

 

Enjoy!

 

 

O que fazer em Colônia | Dicas de Colônia | Roteiro de 1 ou 2 dias em Colônia

 

 

 

 

 

 

Please reload

Our Recent Posts

Tomar - A cidade medieval dos Cavaleiros Templários

November 20, 2019

O fuso horário na Suíça. Que horas são na Suíça?

November 17, 2019

Braga - a encantadora cidade portuguesa mais antiga que Portugal

November 17, 2019

1/1
Please reload

Tags

Please reload

 
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn

Blog Partiu by Blog Partiu