Frankfurt - roteiro para 1 ou 2 dias

December 10, 2018

 

    Dá para visitar muito de Frankfurt em um dia.  Os principais pontos turísticos, que não são distantes uns dos outros, estão concentrados na Old Town.  Além disso a cidade é plana, com metrô, tram e ônibus e com bastante acessibilidade.

   

 

A história de Frankfurt

 

    Frankfurt am Main ou Frankfurt sobre o Meno, é a quinta maior cidade da Alemanha, além de ser o maior centro financeiro da Europa continental. Em Frankfurt estão localizadas sedes de importantes instituições como a do Banco Central Europeu, do Banco Federal Alemão e da Bolsa de Valores de Frankfurt e por isso é considerada uma das 10 cidades globais Alfa, ou seja, com grande importância para o sistema econômico global.  O aeroporto de Frankfurt é um dos mais movimentados de todo o mundo.  Tudo isso faz de Frankfurt a cidade mais cara da Alemanha.

    Frankfurt também foi uma das cidades mais importantes do Sacro Império Romano-Germânico. A partir de 855, reis e imperadores alemães eram eleitos em Frankfurt e coroados em Aachen. A partir de 1562, os reis e imperadores também passaram a ser coroados em Frankfurt.

 

 

Para saber tudo sobre a Dom, a Catedral de Frankfurt, clique aqui.

 

 

    A cidade foi severamente bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial e o centro histórico medieval, que na época era o maior da Alemanha, foi quase completamente destruído. A cidade tornou-se um campo de batalha em 26 de março de 1945, quando os Aliados marcharam sobre a Alemanha Nazista.  O exército dos Estados Unidos tomou Frankfurt depois de vários dias de intensos combates e a região foi declarada segura em 29 de março de 1945.  Por conta disso, a cidade vem sendo reconstruída continuamente e a intenção é fazê-la parecer o máximo com o original destruído.

 

 

Frankfurter Wertpapierbörse

 

 

      A Bolsa de Valores de Frankfurt foi fundada em 1585, embora sua origem remonte ao século IX, com uma carta do rei Luís II, o Germânico, instituindo o livre comércio e as suas primeiras transações tenham se iniciado ainda no século XI.  É uma das maiores e mais importantes do mundo, décima maior do mundo pelo mercado de capitalização

    Na frente há dois leões esculpidos que representam a nação belga e na entrada da Bolsa quatro cariátides de Auguste Rodin, ainda na época em que era um mero desconhecido. 

     A bolsa está instalada na Praça da Bolsa de Valores, que possui duas estátuas características que representam as variações do mercado.  O touro, que representa o Bull Market, que é quando o mercado está com forte tendência a alta e o Urso, representando o Bear Market, que ataca de cima para baixo e indica uma tendência à queda.

 

 

     Em 2000, as bolsas de Bruxelas, Paris, Lisboa e Amsterdam se uniram e formaram a Euronext, quinta maior bolsa de valores do mundo.

 

Informações

Visitação: de segunda a sexta, de 9h às 17h.

Entrada: grátis.  

Metrô De Brouckere, linhas 1 e 5, está a 300 m e tram 3, 4 e 32.

 

 

Igreja de Santa Catarina

 

 

    A St. Katherinen é uma igreja luterana dedicada à Catarina de Alexandria.  A igreja atual, construída entre 1678 e 1681, substituiu uma capela do final do século XIV.  Ela foi feita em estilo barroco e possui 54 metros de altura.  Foi destruída durante um bombardeio em 1944 e reconstruída entre 1950 e 1954.

 

Clique aqui para saber tudo sobre a St. Katharinen.

 

Informações

Endereço: Leerbachstrabe 18.

Visitação: de segunda a sábado, de 12h às 18h.

Entrada: grátis.  

 

 

Kaiserdom St. Bartholomäus

 

 

     A Catedral de São Bartolomeu de Frankfurt, a Frankfurt Dom, é a igreja católica mais importante da cidade.  Era nela que os os imperadores eram eleitos e coroados.  Talvez essa seja a igreja com mais riquezas interiores.

   

Clique aqui para ler tudo sobre a Kaiserdom.

 

    A igreja original foi construída no século VII, mas a que vemos hoje é uma reconstrução de 1953, após sua destruição na Segunda Guerra Mundial. 

     Construída em formato de cruz, chama a atenção por sua fachada avermelhada e sua alta torre de 95 metros de altura e 328 degraus que pode ser visitada pelos turistas.

 

Informações

Endereço: Domplatz 14.

Visitação gratuita.

Visitação à torre com 328 degraus: € 3,50. 

Horário de visitação: de segunda a quinta e sábado, de 9h às 12h e de 14:30h às 18h.  Durante o inverno até às 17h.

Museu da Catedral: de terça a sexta, de 10h às 17h, sábados e domingos, de 11h às 17h.

 

 

Römerberg

 

 

     A praça é um dos pontos turísticos que mais simbolizam Frankfurt e que mais chamam a atenção pelas construções no estilo antigo. É o berço da cidade antiga (Altstadt). A cidade medieval de Frankfurt teve este local como marco zero.  De um lado está o Römer e na sua frente as casinhas da Ostzeile, ou seja, seis "casas" reconstruídas de acordo com modelos dos séculos XV e XVI, onde, no térreo, é possível comprar todo tipo de souvenir.

  O Römer é um conjunto de casas do século XV ao XVIII e foi reformado e aumentado durante os anos até se estender também a um prédio em outro quarteirão.

    As casas possuem estilo típico alemão e nome: a da esquerda é chamada de Alt Limpurg (Limpurg antigo), a do centro é Römer (romanos) e à direita fica a Löwenstein (pedra do leão).

 No centro da praça está a Fonte da Justiça, a Gerechtigkeitsbrunnen.

   Römerberg é chamada pelos moradores de “sala de estar de Frankfurt" e é mais uma reconstrução da cidade após a Segunda Guerra Mundial.  Se estiver com criança, aproveite para deixá-la correr e brincar por ali. 

      Também é nela que acontece a feira de Natal de Frankfurt.

 

    Na Römerberg estão:

 

  - Alte Nikolaikirche – a medieval Igreja de São Nicolau, também chamada de Velha Igreja de São Nicolau, é protestante, foi construída no século XII e reconstruída no século XV.  Alguns de seus destaques são seus 51 sinos e sua fachada de pedras avermelhadas.  Com visitação diária de 10h às 20h e gratuita.

 

 

    - Romer – o edifício medieval de fachada avermelhada é um dos símbolos da cidade.  Desde 1405 é a sede da prefeitura de Frankfurt e seu nome pertence à família que morou ali.  Römer significa Romano, ou seja, prédio da família Romano. É este prédio que dá o nome à praça.  Você certamente verá diversos casamentos acontecendo feito uma linha de produção.  Os noivos confraternizam com seus convidados na praça mesmo, com música e bebidas.  A visitação custa € 2.

 

 

    - Archaeslogischer – são as ruínas romanas sob o Dom Romer Project, que é a reconstrução do prédio da prefeitura e de outros prédios baseada nas plantas originais da cidade.  As construções que existirão ali abrigarão residências de alto padrão, museus e espaços de convivência pública.

 

    - Fontes – a Römerberg possui duas fontes.  A maior é a Gerechtigkeitsbrunner, a fonte da justiça, construída em 1543 e que possui uma estátua da deusa Justitia segurando a balança da justiça mas sem a venda nos olhos, e a menor se chama Minervabrunnen.

 

 

Igreja Liebfrauen 

 

 

    A Igreja de Nossa Senhora em Frankfurt é uma igreja católica e em estilo gótico, cuja construção teve início em 1344, passando por várias etapas até o século XVI.  Em 2008, um novo órgão foi instalado e a igreja se tornou um local de concertos importante, abrigando diversos eventos musicais todos os anos.

     A igreja está passando por uma reforma que tem previsão para acabar em 2019.

    Você pode dar uma paradinha para encher sua garrafinha de água na fonte que fica na lateral da igreja.

 

Informações

Endereço: Schärfengäßchen 3.

Visitação gratuita.

Metrô: Linha Azul Dom/Römer U4 e U5.

Estacionamento: Dom Römer.

 

 

Paulskirche 

 

 

    A Igreja de São Paulo foi construída em 1789 para ser uma igreja luterana.  Em 1848, ela se tornou sede do Parlamento de Frankfurt, o primeiro parlamento eleito da Alemanha, representando a democracia alemã e o berço da república e por esse motivo foi o primeiro prédio a ser reconstruído em Frankfurt.  Só voltou a ser uma igreja em 1953. Em 1944, o centro de Frankfurt sofreu um bombardeio pelas forças aliadas e a Paulskirche foi destruída, restando apenas alguns elementos da fachada, sendo reconstruída posteriormente.  Um dos momentos marcantes de Frankfurt no pós-guerra aconteceu em 1963, quando o então presidente americano Kennedy fez um discurso nesta igreja. 

    Atualmente não é utilizada mais como uma igreja e, sim, como um espaço para exposições e eventos. 

 

Informações

Endereço: Paulsplatz, 11.

Visitação: diariamente, de 10h às 17h.  

Entrada: gratuita

 

 

Para saber que horas são e como é o fuso horário na Alemanha, clique aqui.

 

 

Museu e Casa de Goethe

 

 

    A Goethehaus, casa onde Johann Wolfgang Goethe, o mais famoso escritor alemão de todos os tempos, nasceu, em 28 de agosto de 1749, hoje é um museu dedicado a ele. O autor de “Fausto” viveu ali com seus pais e com sua irmã Cornelia até 1765, quando, aos dezesseis anos, se mudou para Leipzig para estudar direito, retornando poucas vezes ali depois disso. O edifício foi residência da família Goethe até 1795 e passou pelas mãos de diversos proprietários. Em 1944, ela sofreu com o bombardeio a Frankfurt, durante a Segunda Guerra Mundial, mas foi restaurada entre 1947 e 1951, trazendo de volta o mais próximo possível de sua aparência original e de seu mobiliário, dando uma visão de como era a vida dele no século XVIII.

    O Museu conta com 14 salas que exibem obras de arte da época do escritor e Casa de Goethe, que possui 3 andares, onde ele nasceu e morou.  

   O museu é a única galeria de arte dedicada exclusivamente à era Goethe.  Você encontrará fotos de importantes artistas de língua alemã desde o final do barroco passando pelo Sturm und Drang, o classicismo e a era romântica até o período Biedermeier.

   Sem um mapa você provavelmente não passaria por ela ou talvez passasse e não prestasse atenção.

 

Saiba como usar o transporte público ilimitadamente e obter descontos nos museus, atrações e restaurantes de Frankfurt.

 

Informações

Endereço: Großer Hirschgraben 23-25

Visitação: de 10h às 18h.

Entrada: €7.

 

 

EuroTower  

 

 

 

     O arranha-céu construído entre 1973 e 1977, possui 40 andares, 148 metros de altura. e 78 mil metros quadrados de espaço de escritório.  Serviu como sede do Banco Central Europeu até março de 2015. Atualmente, o Banco Central Europeu está localizado em 3 edifícios e na Sonnemannstrasse 20 é onde está o prédio principal).

    Ali que a gente tira a foto bem turistona em frente ao símbolo do Euro.  Quem nunca?

 

 

Main Tower

 

 

    O edifício comercial de 56 andares tem 200 metros de altura (240 metros contando com a antena), é o 4º edifício mais alto de Frankfurt e o 4º mais alto da Alemanha

  No 53° andar tem um restaurante com vista panorâmica e que funciona de terça a sexta.  Para quem curte um treino durante a viagem, há também uma academia nos 53° e 54° andares.  Dá para se exercitar apreciando a vista de Mainhattan.  Caso queria apenas curtir a vista mesmo, no modo turistão, tem um deck de observação no último andar.  O Main Tower é o único arranha-céu em Frankfurt com um observatório público.

 

Informações

Deck de observação:

Visitação: No inverno, de domingo a quinta de 10h às 21h, sexta e sábado de 20h ás 23h. No verão, de domingo a 5a de 10h às 21h, 6ª e sábado de 10h às 23h.

Endereço: Neue Mainzer Str. 52-58.

Entrada: € 7,50. Bilhete familiar: € 19 (2 adultos com até 3 crianças de 6 a 12 anos)

 

 

Eiserner Steg 

 

                                                                                                     Foto: FH | Photography

 

    A Ponte de Ferro de Frankfurt é um dos cartões-postais da cidade.

     Com 170 m de comprimento é exclusivamente para pedestres e foi construída com uma treliça de aço.  Ela que liga o centro da cidade ao bairro Sachsenhausen.

    A ponte foi destruída nos últimos dias da Segunda Guerra Mundial, mas foi reconstruída pouco depois, no ano de 1946. 

       Dela se tem uma vista dos prédios da cidade, a Mainhattan, um trocadilho de rio Main e Manhattan. Durante o verão os barcos-restaurantes no rio Meno servem de passeio, local para beliscar ou tomar uns drinques e assistir ao pôr do sol.

      Sinceramente não achei o lugar muito bonito, não sei se pelo dia nublado ou pela paisagem mesmo.

 

 

Museumsufer 

 

   O Museumsufer é um complexo de museus localizados nas redondezas das duas margens do Rio Meno. Por volta do século XVIII, as famílias ricas de Frankfurt começaram a construir mansões maravilhosas às margens do rio e, depois da construção do Städelsches Kunstinstitut, o primeiro e principal museu da área, várias das propriedades foram convertidas em museus ao longo da Schaumainkai, a avenida beira-rio.

    Há museus para todos os gostos e muitas atividades para crianças também.  

 

              - Historisches Museum – Possui uma maquete da cidade destruída.  Ao lado está um prédio que foi demolido por ser muito moderno e reconstruído com outro estilo. 

 

                   - Stadelsches Kunstinstitut - Onde estão reunidos 700 anos de arte europeia com trabalhos de Sandro Botticelli, Rembrandt, Jan Vermeer, Claude Monet, Pablo Picasso, entre outros.  Um dos mais importantes de toda a Alemanha.  Fundado em 1818 pelo banqueiro alemão Johann Friedrich Städel, que doou sua casa para um museu ser criado ali.

Informações

Visitação: de terça a domingo, de 10h às 18h.  

Entrada: € 14.

 

         - Deutsches Filmmuseum - Todo dedicado à sétima arte. Pequeno mas bom acervo exposto em salas escuras. O visitante interage com objetos expostos e tem uma estatueta do Oscar.

 

           -  Museumspark - Há um  belo parque escondido no Museum für Angewandte Kunst (Museu de Artes Aplicadas). 

 

       - Liebieghaus - Com uma coleção de esculturas, enfocando principalmente a escultura da Grécia antiga até os dias do renascimento.

 

Há muitos outros ainda:

Icon Museum  

Museum der Weltkulturen (Museu Etnológico

Museu de Arquitetura Alemã ( Deutsches Architekturmuseum

Museum für Kommunikation (Museu da Comunicação)

Museu Giersch Portikus

Museu Judaico de Frankfurt 

Museu Histórico 

Schirn

Museum für Moderne Kunst

Museu Arqueológico de Frankfurt

 

 

Börne Platz

 

 

    A triste praça abriga o Memorial dos judeus, o Börneplatz Memorial, que homenageia todos os judeus de Frankfurt que foram deportados ou morreram entre os anos 1933 e 1945.

      No muro que cerca a praça estão milhares de pequenas placas com o nome de cada um deles.  Ali se preserva o costume judeu de colocar uma pedrinha em cima de cada uma dessas placas com o nome, para sinalizar que eles são lembrados e também para simbolizar a sua riqueza espiritual acumulada, que permanece imortal assim como uma rocha, que nunca perece.

 

 

      No local havia uma sinagoga, que foi destruída em 1938.  As placas sinalizando os nomes e que ficam lado a lado na calçada são os diferentes nomes pelos quais esse local já foi chamado e em que período recebia o nome.

 

 

 

Rua Zeil 

 

    A grande rua pedonal é cheia de lojas, o paraíso de Frankfurt para quem adora compras.  Ali tem - a nossa amada - Zara, H&M, Mango, Primark (quem nunca se aventurou?), Adidas, Nike e toda infinidade de lojas que a gente vê Europa a fora, bem como as grandes lojas de departamento alemãs Kaufhof, Karstadt e Peek & Kloppenburg. 

  O trecho entre a Hauptwache e a Konstablerwache é onde está localizada a grande maioria das lojas.

    No início está a Galeria Kaufhof, a famosa loja de departamentos.  Lá você acha de tudo em marcas conhecidas, bem no estilo das megalojas européias.  No subsolo dela há um mercado para quem não gosta de perder tempo na viagem e se basta comendo um sanduíche.  Ali também há uma saída de metrô.  Já na cobertura há um restaurante, caso tenha um tempinho a mais para gastar, e a comida é bem razoável pelo preço.  Aproveite e aprecie a vista dali.

 

 

    Logo adiante está o Shopping MyZeil.  Ele se destaca dos outros prédios pela arquitetura moderna da fachada.  Não é um shopping excelente, achei a rua infinitamente melhor para torrar o cartãozinho, mas caso esteja com crianças, tem uma loja ótima de brinquedos e os preços bem abaixo dos praticados no Brasil.  O shopping também possui um deck de observação no último andar e o acesso, através de uma escada em espiral, é gratuito.

   A medida que você caminha em direção à Opernplatz, a praça da Alte Oper, Antiga Ópera de Frankfurt, a rua Zeil, que agora muda de nome para Freßgasse, vai mudando um pouco a cara e as lojas mais populares vão dando lugar às marcas mais luxuosas, até chegar na Opernplatz. Nessa região você encontrará cafeterias e restaurantes.

   Antes de chegar à Opernplatz você passará pela Jazzkeller, uma famosa casa noturna, onde já tocaram  Louis Armstrong e Frank Sinatra.  Fica bem em frente à Apple. 

 

 

Para lanches rápidos

 

Back-Factory - bem em frente à estação central de Frankfurt há uma cafeteria que tem os mais gostosos pães, croissants, folhados e salgados.  Há uma infinidade deles.  É um bom lugar para tomar um café rápido, caso você seja como eu que e não goste de perder tempo em viagem.

Em frente à cafeteria está um restaurante especializado em batata frita.  Tem batata frita com tudo que você pode imaginar, guacamole, salsichas, temperos, tudo.  Lá eles inventam um nome para você e vão chamá-lo por ele quando seu pedido estiver pronto.  Caso goste de bebida gelada, este não é o seu lugar.

 

 

Para emergências

 

Embaixada do Brasil em Frankfurt

Hansaallee 32 a+b, térreo, esquina Vogtstrabe, 60322 Frankfurt am Main

Fax: (0049) 69-920742-30

Tel.: +49 176-9316-1531

 

 

Enjoy!

 

O que fazer em Frankfurt | Roteiro de 1 ou 2 dias em Frankfurt | Dicas de Frankfurt | O que visitar em Frankfurt | Pontos turísticos de Frankfurt | O que visitar em Frankfurt em 24 horas

Please reload

Our Recent Posts

Tomar - A cidade medieval dos Cavaleiros Templários

November 20, 2019

O fuso horário na Suíça. Que horas são na Suíça?

November 17, 2019

Braga - a encantadora cidade portuguesa mais antiga que Portugal

November 17, 2019

1/1
Please reload

Tags

Please reload

 
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn

Blog Partiu by Blog Partiu