Tax free na Europa

August 24, 2018

 

         Vamos falar do que interessa!

     Quem tem residência permanente fora da Europa tem direito a reaver o VAT, ou IVA, que é o Imposto sobre o Valor Acrescentado, de algumas mercadorias.

     O imposto é diferente em cada país, assim como os valores da devolução e da compra.  

   Para ter direito a receber seu rico dinheirinho de volta você precisa comprar em lojas que sejam credenciadas.  Para isso, procure pelo adesivo de Tax Free ou pergunte na loja antes de sair passando o cartão.

 

No momento da compra

 

    Você deverá informar ao caixa, antes de efetuar o pagamento, que precisa do formulário de tax free.  Ele irá emitir seu cupom fiscal e anexará um formulário que deverá ser apresentado na alfândega do aeroporto.  Tenha o seu passaporte em mãos.  Algumas lojas exigem a apresentação no momento da emissão do formulário, outras apenas perguntam seu país de origem. 

    Você não receberá todo o imposto de volta.  A empresa que faz o intermédio da devolução fica com, até, 50%. 

    Algumas lojas têm um procedimento diferente e reembolsam diretamente o IVA, o que é excelente pois não tem atravessador e você recebe o valor inteiro, como a El Corte Inglés, a famosa loja de departamentos espanhola.

 

 

A mercadoria que tem direito ao Tax Free

 

    Todo bem durável que vai sair da Europa tem direito ao refound. Não existe reembolso para serviços, hotéis ou refeições.  Para isso, você não pode morar na Europa e não pode ficar mais de 180 dias lá.  Ele é exclusivo para turistas, porém a compra deve ter sido feito, no máximo, 90 dias antes da saída da Europa.  Portanto, se você vai ficar mais que 90 dias, procure deixar as compras para a data mais próxima do seu retorno.

 

 

Quanto é preciso gastar

 

    Cada país exige um valor mínimo de compra para receber o refound e cada um também devolve um percentual diferente.  Além disso, você tem que atingir esse valor mínimo no mesmo estabelecimento.  Não pode comprar uma parte em uma loja e complementar com a compra de outra.  Alguns estabelecimentos juntam as notas caso você volte outro dia e compre mais alguma coisa, mas não são todos, e as compras devem ser feitas no mesmo país.  Vale combinar com o coleguinha de comprar na mesma loja e dividirem depois o reembolso.  

 

 

Como validar o formulário

 

    Você deverá apresentar o formulário totalmente preenchido e o cupom fiscal no último aeroporto em que você embarcar na Europa.  Se você passar por vários países, vá juntando todos eles e apresente-os no mesmo momento.

    A maneira correta e sem riscos é se apresentar no balcão da companhia aérea e fazer o seu check in.  Você deverá informar ao atendente que possui mercadorias com tax free.  Sua bagagem será pesada e etiquetada como se fosse despachada ali, mas o atendente irá devolvê-la e você deverá levá-la até a alfândega do país de saída.  Procure manter todas as mercadorias em apenas uma mala, assim você despacha as que não contêm as mercadorias compradas e evita que você tenha que carregar um monte de malas aeroporto afora e, caso o agente alfandegário exija, não precisará abrir várias malas (alguns países são mais exigentes que outros).  É imprescindível que a mercadoria não esteja na bagagem de mão.  Como a mercadoria deve, obrigatoriamente, sair da Europa, o agente entende que você pode bancar o espertinho e repassar a mercadoria para uma pessoa que mora lá e ainda receber o refound.  O correto, ainda, é que a mercadoria esteja sem uso e em sua embalagem original, mas essa segunda exigência é muito difícil de ser cumprida.  Em todo caso, se você estiver pleiteando o reembolso de alguma coisa muito cara não vale a pena arriscar.

    Você deverá apresentar seu passaporte, cartão de embarque e formulários.  O agente verificará e carimbará todos os formulários e despachará sua bagagem ali mesmo.  Depois disso, você deverá ir ao balcão da empresa de tax free correspondente ao seu refound.  

    Você poderá receber a devolução na hora, em euro ou dólar, ou no seu cartão de crédito.  Você deverá indicar previamente no formulário. Para receber em espécie será cobrada uma taxa que varia de acordo com o valor do refound.

   Procure chegar com muita antecedência pois esse procedimento pode demorar e você terá que escolher entre desistir do reembolso ou perder seu voo.

    Fique atento ao horário de atendimento das empresas de reembolso.  Caso seu voo seja de madrugada elas não estarão abertas.

 

 

Quanto você receberá de reembolso e quanto deve comprar

 

- Alemanha: 14,5% ao gastar mais de € 25

- Áustria: 15% ao gastar mais de € 75

- Bélgica: 10% ao gastar mais de € 50

- Eslovênia: 10% ao gastar mais de € 50,01

- Espanha: 10,5% ao gastar mais de € 90,16

- França: 12% ao gastar mais de € 175,01

- Grécia: 24% ao gastar mais de over € 50

- Holanda: 16% ao gastar mais de € 50

- Inglaterra: 11% ao gastar mais de £ 30

- Itália: 15.5% ao gastar mais de € 154,94

- Portugal: 12% ao gastar mais de € 61,35

- República Tcheca: ao gastar mais de

- Suíça: 7,7% ao gastar mais de CHF 300

 

    Não são só os países da Europa que devolvem o valor do imposto.  América do Sul, Canadá, México e alguns países do

Oriente também.

 

Enjoy!

 

 

 

 

Please reload

Our Recent Posts

Tomar - A cidade medieval dos Cavaleiros Templários

November 20, 2019

O fuso horário na Suíça. Que horas são na Suíça?

November 17, 2019

Braga - a encantadora cidade portuguesa mais antiga que Portugal

November 17, 2019

1/1
Please reload

Tags

Please reload

 
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn

Blog Partiu by Blog Partiu